As 5 picadas de insetos mais comuns no verão

Orçamento de Dedetização

As 5 picadas de insetos mais comuns no verão – Como já se sabe, as temporadas quentes são os períodos com maior proliferação de insetos e pragas urbanas! E, com eles, chegam as picadas, ferrões, coceiras e vergões! Confira com a gente algumas curiosidades sobre picadas de insetos.

As 5 picadas de insetos mais comuns no verão

Picadas de insetos são perigosas?

Antes de responder essa pergunta, é importante deixar claro uma coisa: cada organismo responde de forma diferente a uma picada. Por isso, vamos falar de alguns aspectos de forma generalizada, mas observe as recomendações para a busca de auxílio médico, certo?A maioria das picadas de insetos não são perigosas,

sendo que os maiores riscos são para as pessoas que apresentam hipersensibilidade ou são alérgicas.Em geral, as picadas causam ardência e/ou dor, coceira e incômodo, mas podem se tornar irrelevantes depois de algumas horas ou dias. Ainda assim, é necessário atenção com as picadas que desencadeiam reações alérgicas.


Quais os diferentes tipos de picadas?

As características físicas são bastante parecidas num primeiro momento: uma circunferência de 3 milímetro a 1 centímetro, com uma saliência central (que será mais clara ou mais avermelhada dependendo do inseto causador da picada) e uma auréola rosada no entorno. A evolução disso para uma ferida, com ou sem infecção

dependerá do autocontrole para não coçar e das medidas paliativas tomadas.


Existem as picadas que SUGAM o sangue e existem as picadas que INJETAM veneno.

Picadas que sugam o sangue, Causam reações locais e mais leves, causadas por mosquitos, pernilongos, borrachudos, moscas, pulgas, piolhos, carrapatos, picadas que injetam veneno, podem causar reações graves, como anafilaxia,  podem requerer atendimento médico, causadas por abelhas, vespas, marimbondos, formigas, aranhas.

Também é fundamental ficar atento às picadas que são potenciais transmissoras de doenças: mosquitos (dengue, zyka, chikungunya), carrapato (doença de Lyme) e piolho (tifo).


Mosquitos

Todos nós fugimos dos mosquitos diariamente! Eles buscam locais onde a pele é mais fina e o acesso aos vasos sanguíneos é mais facilitado. Ao picar, além de sugar o sangue, eles injetam saliva na ferida, o que piora a sensação de ardência e a coceira. O resultado imediato é uma bolha subcutânea rodeada de uma mancha avermelhada.

Entre os mosquitos, a picada dos borrachudos é diferenciada, porque apresenta um ponto de sangue coagulado no centro, além de inchaço, vermelhidão e temperatura mais quente no local. Apesar de incomodar, as picadas dos mosquitos não apresentam risco em geral. Mas com a proliferação do Aedes Aegypti.


Saiba mais: os mosquitos mais perigosos da natureza

Como medidas preventivas é necessário eliminar todos os focos de água parada que podem se transformar em criadouros de mosquitos. Outra possibilidade é utilizar repelentes quando ficar em locais abertos e mais propensos aos insetos.


Mutucas

As mutucas lembram moscas mais robustas, mas se alimentam de sangue. A picada delas é dolorida e causa vermelhidão e coceira. Elas atacam principalmente durante o dia, no calor, e o repelente também pode ser uma alternativa para manter as mutucas longe.


Abelhas e Vespas

Abelhas e vespas só picam quando se sentem ameaçadas e suas picadas são diferentes em alguns aspectos. A abelha, quando pica, deixa seu ferrão, que precisa ser removido para cessar a injeção de veneno.A abelha consegue picar uma vez só, já a vespa consegue picar quantas vezes precisar. Sua picada deixa um ponto de sangue no centro.

Em ambas, é grande a sensação de queimação e coceira, além da vermelhidão! Mas a maior preocupação é observar os sintomas da pessoa picada para identificar qualquer sinal de reação alérgica, que pode até levar à morte se não for tratada.


Muito Importante voçe saber

As abelhas são citadas aqui apenas para alertar sobre as picadas, mas não constituem uma praga urbana e sim uma espécie que precisa ser respeitada e preservada pelo seu papel fundamental no meio ambiente. O Controle de Abelhas somente é liberado quando elas apresentam risco às pessoas que possam dividir o ambiente com elas.


Pulgas

As pulgas geralmente agem em conjunto e deixam uma constelação de picadas. Seu foco são os lugares mais quentes do corpo, como a barriga e as dobras (atrás dos joelhos, axilas, virilhas). Frequentemente, as picadas de pulgas são confundidas com as de mosquitos, pois também são pequenas e têm um potinho vermelho central.

Uma curiosidade sobre as pulgas é que elas podem infestar até mesmo ambientes sem qualquer animal de estimação, se reproduzindo em frestas do chão ou de móveis e se alimentando do sangue das pessoas.


Formigas

Outra picada que também fica com aparência parecida com a do mosquito é a da formiga. Só que o momento da picada é muito diferente, predominando a sensação de ardência. Existem vários tipos de formiga, algumas até bastante agressivas e com a picada extremamente tóxica, podendo desencadear reações alérgicas fortes.

Geralmente, não oferecem grandes riscos, causando mais incômodo e coceira do que preocupação. Sua picada é em forma de pinça e causa uma bolha esbranquiçada e inchada com uma auréola rosada em volta.


O que fazer em caso de picada?

Muita calma nessa hora! Nem todas as orientações e consensos populares são a melhor saída! Você precisa ter algumas coisas em mente: Se estiver num local com mais insetos (formigueiro, enxame), busque um local seguro para evitar novas picadas; Se puder identificar o inseto, melhor; Se houver ferrão,

É necessário removê-lo para evitar a entrada de mais veneno; Limpar com água e sabão sempre; Aplicar gelo em compressa para aliviar dor e coceira;
Evitar coçar, porque as unhas podem abrir fendas na pele e transmitir bactérias; Observar os sintomas que se seguem à picada; Evitar a automedicação.

Se você sabe qual inseto causou a picada e nenhuma reação alérgica preocupante foi observada, você pode pedir orientação ao farmacêutico sobre a pomada mais adequada para amenizar as coceiras.Mas se alguma das reações abaixo for observada, o socorro médico deve ser procurado o quanto antes:

Inchaço nos lábios e na garganta;
Dificuldade de respirar;
Taquicardia;
Tontura;
Confusão;
Desmaio;
Urticária;
Náuseas, cólica e vômitos.

Nem sempre é possível evitar as picadas de insetos, mas medidas preventivas podem ser tomadas para diminuir as chances.


Como a desinsetização pode ajudar?

A solução mais segura para manter um local livre de mosquitos, aranhas e outras pragas é o controle de insetos. O serviço, também conhecido como dedetização ou desinsetização, utiliza substâncias de uso restrito. Elas são aplicadas por profissionais capacitados, que cumprem normas de boas práticas.