Os cupins são insetos excepcionais, mas quando estão bem longe de você

Os cupins são insetos excepcionais, mas quando estão bem longe de você

Os cupins são insetos excepcionais, mas quando estão bem longe de você – Todo animal é importante para manter o delicado equilíbrio do ecossistema. Cada um tem o seu papel e com os cupins não é diferente. Apesar de serem problemas para nós quando se tornam pragas urbanas, os cupins são insetos interessantes.

Os cupins são insetos excepcionais, mas quando estão bem longe de você 

Principalmente quando vistos de longe.Vistos de perto causam muitos danos e dores de cabeça. Até a realização de uma descupinização que acaba com a farra deles. Há muitas curiosidades em relação aos cupins, umas mais famosas, outras nem tanto. Hoje você vai descobrir toda a verdade em relação aos cupins.


As curiosidades  impressionantes sobre os cupins:

– Os cupins dominam o mundo, menos o Alaska

Não há uma razão específica, deve ser por conta do frio! Mas os cupins podem ser abrigar em qualquer lugar e odeiam o Alaska para morar.


10% da massa de organismos vivos é composta por cupins

Isso explica porque uma colônia de cupins pode ter milhares (em alguns casas até milhões) de indivíduos. Além disso, pode haver mais de 1 colônia em um mesmo local. O império dos cupins contra-ataca, se deixar eles só vão aumentando a sua dominação.


Cupins comem o tempo todo

Os cupins não fazem dieta de jeito nenhum. Eles se alimentam 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem parar. Por isso que se não houver um serviço de descupinização rápido, a destruição pode ser enorme.


Cupins operários podem encontrar alimento a 76 metros de distância da sua colônia

É uma grande distância para percorrer em busca de alimento para sua colônia. Pior de tudo é que nesse caminho eles podem causar destruição por onde passam.


Nos EUA, os cupins causam 5 bilhões de prejuízos em estruturas

Os cupins são um problemão, mas, se você olhar por outra perspectiva, eles fomentam o mercado de reformas. Para quem tem que reformar essa notícia é triste! As estruturas danificadas são as feitas de madeira, principalmente. Cupins não são capazes de danificar estruturas mais fortes e nem fazer cair um prédio.


Conheça alguns dos mitos e verdades que envolvem os cupins:

Siriri é Cupim – VERDADE!

Os siriris são cupins em fase alada. Com a chegada do calor e o aumento da umidade, eles iniciam seu período reprodutivo e aproveitam para se instalar facilmente nos imóveis em busca de alimento. Para se proteger, a população pode evitar a entrada dos siriris.

Colocando telas em portas e janelas e apagando as luzes dos imóveis. Um serviço preventivo feito por empresas especializadas no controle de pragas também é eficiente.


Cupim come concreto – MITO!

O máximo que o cupim é capaz de fazer é desgastar algumas estruturas de alvenaria dependendo da consistência da argamassa utilizada na construção. Isso para abrir caminho e se movimentar pelo imóvel, em busca de alimento e abrigo. Mas o cupim não consome o concreto como faz com as estruturas madeira.


Cupim pode destruir toda uma casa de alvenaria – MITO!

Os cupins somente têm poder para comprometer a estrutura de uma casa por completo se ela for construída com madeira não tratada. Do contrário, os estragos que podem causar em paredes de alvenaria são pequenos para levar à destruição do imóvel.


É impossível vencer a batalha contra os cupins – MITO!

“Muitas pessoas acreditam que se um imóvel ou móvel está infestado, acabou, não há solução”, conta Sérgio Bocalini. Isso nem sempre é verdade. “Na maioria dos casos, é possível perceber a presença de cupins em estágio inicial de infestação.

Dessa forma, realizar um trabalho eficiente no controle da praga para salvar o local infestado”, completa o biólogo. Vale ressaltar que este trabalho deve ser feito por empresas especializadas no controle de pragas, que avaliem a infestação e decidam pela melhor forma de controle, evitando riscos de intoxicação aos moradores.


Várias espécies de cupim infestam ambientes urbanos – VERDADE!

São várias as espécies, porém, são dois tipos os mais comuns. O cupim de madeira seca, como o nome já diz, se instala em peças de madeira com baixa umidade, como móveis, portas, batentes e rodapés. A infestação normalmente é isolada. A presença deste cupim é facilmente identificada pelas fezes.

Um material granulado, que aparece no local infestado. O cupim subterrâneo é a outra espécie comum e a mais destrutiva. Prefere ambientes mais escuros e úmidos, pois se desidrata com facilidade. Não aparecem as fezes como acontece com a espécie anterior, mas deixa alguns caminhos de terra por onde se movimenta.

 

Os cupins são insetos excepcionais, mas quando estão bem longe de você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo